Dia de Jerusalém

Yom Yerushalayim – Dia de Jerusalém é um feriado nacional israelense comemorando a reunificação da Jerusalém e o estabelecimento de controle israelense sobre a Cidade Velha, em de junho 1967 na Guerra dos Seis Dias. O dia é oficialmente marcado por cerimônias estatais e serviços memoriais.

Assim que Israel declarou sua independência em 1948, foi atacado pela Jordânia que assumiu controle de Jerusalém Oriental e da Cidade Velha e os residentes judeus foram forçados a sair.

Este estado de coisas mudou em 1967 como resultado da Guerra dos Seis Dias. Antes do início da guerra, Israel enviou uma mensagem ao rei Hussein da Jordânia dizendo que Israel não atacaria Jerusalém ou a Cisjordânia, enquanto a frente da Jordânia permanecesse quieta. Através da pressão egípcia e com base em relatórios de inteligência enganosas, a Jordânia começou a bombardear posições civis em Israel para a qual Israel respondeu em 6 de junho, abrindo a frente oriental. No dia seguinte, 07 de junho de 1967 (28 Iyar 5727), Israel capturou a Cidade Velha de Jerusalém.

Mais tarde naquele dia, o ministro da Defesa Moshe Dayan declarou:]

“Esta manhã, as Forças de Defesa de Israel libertaram Jerusalém. Unimos Jerusalém, a capital dividida de Israel…”

.

Em 12 de Maio de 1968, o governo proclamou um novo feriado em Jerusalém no dia-a ser comemorado no dia 28 de Iyar, a data hebraica em que a cidade dividida de Jerusalém se tornou unificada.

A Operadora de Turismo em Israel Genesis Tours oferece inesquecíveis passeios em Jerusalém